Mais um dia em que há muito que fazer e se conseguem resultados extraordinários com dedicação e cuidados reforçados em fazer bem os cálculos, pesar as palavras, controlar as expectativas e apostar no seguro. Mas há riscos. Até ao final da semana o trígono de Júpiter e Nódulo Norte em Virgem a Plutão em Capricórnio é o aspecto de fluidez e sucesso nas actividades, seja de arrumação, recuperação do que está estragado, seja de negócios, seja de restruturação dos sistemas em que estamos integrados. Mas nesse contexto positivo, há limites e exigências. Os limites são dados pela série de aspectos difíceis de Mercúrio em Gémeos que trazem confusões, contrariedades e irritação. As exigências prendem-se com a satisfação das carências de segurança com o Sol e Vénus em Caranguejo a amarrar-nos ao que nos é familiar  e a Lua em Capricórnio a ambicionar por mais estrutura, mais ordem, mais controlo. Persiste também o quincúncio de Marte retrógrado a Urano em Carneiro que obriga a rever como partilhamos bens e poderes e a libertarmo-nos de situações ultrapassadas mas de preferência temos de o fazer sem conflito exagerado- o que não é fácil dado o grau de frustração da oposição de Mercúrio a Saturno e quincúncio a Plutão. O mais complicado ainda é a conjunção hoje e amanhã de Urano a Ceres, asteróide com uma simbologia semelhante à do Caranguejo no que diz respeito a segurança emocional. O trânsito de Urano é portador de grande instabilidade, surpresas, repentes e a flexibilidade torna-se fundamental.

A tela é de Miró, 1960

astro_w2gw_28_carta_do_dia.56148.9931

Anúncios