Há algum exagero esta manhã com entusiasmos emocionais que põem em risco ordem e pragmatismo necessários. No entanto, pela tarde GMT os excessos e desejo de expansão transformam-se em preocupação ou ambição de controlo já que há relações que parecem estar em risco.  Há que olhar claro e perceber quais os novos valores aadoptar, sabendo que não o podemos fazer sozinhos.

Como pano de fundo, tanto este sábado como domingo, uma quadratura de Vénus em Balança a Plutão em Capricórnio abala a estabilidade dos relacionamentos, qualquer que seja a sua natureza. São laços humanos ou diplomáticos que se fazem ou desfazem, fundos, investimentos ou acções financeiras que vêm o seu valor alterado, equilíbrios no amor, na paz e na guerra que  têm de procurar nova articulação.  Com Júpiter recém entrado em Balança a tendência é, em última análise, a de encontrar novos equilíbrios e novas formas de nos expandirmos individual e colectivamente através das relações humanas ou financeiras mas esse novo equilíbrio requer para já o fim de situações existentes que devem ser sujeitas a restruturações profundas. Ou seja, são inevitáveis os conflitos antes de de poder chegar a nova harmonia. Pela manhã, com a Lua em Sagitário,  o empenho ou optimismo com que queremos encarar o futuro é inflacionado pela quadratura a Júpiter, seu regente, em Balança mas somos confrontados com as tensões e problemas suscitados pela quadratura de Vénus a Plutão com sentimentos e pulsões divergentes entre o que é nosso e dos outros, o que queremos partilhar e a que custo, nos afectos, no bolso, no poder de decisão. Como logo de seguida a Lua entra em Capricórnio  interrogado-nos sobre afinal qual é a base estrutural a que devemos aspirar que nos dê segurança ou possibilidade de controlo.  Há que manter a cabeça fria e saber que não há respostas fáceis ou rápidas, com Saturno em quadratura a Neptuno e ao Nódulo Norte em Virgem. A oposição de Mercúrio retrógrado em Virgem a Quíron em Peixes e o quincúncio a Urano em Carneiro diz-nos também que é preciso pôr o dedo na ferida para analisar como melhor a tratar, o que vai pedir certamente uma abordagem original mas que tem de ter consistência e ser trabalhada até á primeira semana de Outubro quando Mercúrio terminar esse aspecto a Urano.

Imagem: detalhe de ” O Jardim das Delícias” de Jerónimo Bosch

astro_w2gw_28_carta_do_dia-53498-15987

Anúncios