Há dores que custam a passar, respostas frias, enganos, desamores, maus investimentos amorosos ou financeiros cujo custo pesa bem no fundo e cuja ferida volta e meia se reacende. Hoje é um desses dias com Vénus em Sagitário em quadratura a Quíron em Peixes a acender a dor e um trígono de Vénus a Urano a permitir tomarmos as iniciativas para conscientemente nos livramos dessas cargas. A ajudar também está a Lua em Capricórnio, a apostar no longo prazo, à procura de estruturas emocionais ou outras para segurar as carências. Um sextil da Lua a Neptuno em Peixes dá inspiração ao cálculos mais terrenos e justifica “espiritualmente” as opções de percurso, como se idealizássemos novas bases. No amor, no que valorizamos materialmente ou moralmente estamos a avançar para novos terrenos e transformarmo-nos nesse processo, com Sol e Mercúrio em Escorpião. A chave do dia está em estabelecer prioridades, um rumo e, imbuídos de sentido prático, escolher bem as as palavras já que Mercúrio em quadratura a Urano perturba as interpretações.

Pintura de Morris Graves
astro_w2gw_28_carta_do_dia-58392-44561

Anúncios