Dinheiro, amor, poder ou o equilíbrio das relações pessoais ou políticas estão hoje sujeitos a excessos temperamentais, alteração radicais de valores, extravagâncias ou abusos. Não e fácil manter posições serenas com os trânsitos do dia e é provável que seja, pelo contrário, necessário encontrar novos equilíbrios depois das mudanças no ordem do desejo que hoje se verificarem. Há como que uma força incontrolável que pede mudanças profundas nas estruturas de vida com Júpiter e Lua conjuntos em Balança em quadratura a Plutão e a Vénus conjuntos em Capricórnio, e em trígono a Marte em Aquário. Só que essa força não é inócua, tem consequências nas relações pessoais e colectivas e esse seu impacto tem origem e provoca grandes tensões internas e externas. São tremores de terra ou furações reais ou imaginários que no planeta, nas demonstrações de afectos ou nas compras em dia de desconto nos abalam o sentido de ordem e prioridades e sobre os quais temos de falar, exprimir o mais seriamente possível a razão da verdade que nos move, pondo o dedo nas feridas com Mercúrio em Sagitário conjunto a Saturno e quadrado a Quíron em Peixes. É um dia complexo que a moderação é o trunfo face às ondas de excesso.

Fotografia de Mitch Dobrower

astro_w2gw_28_carta_do_dia-55352-14122

Anúncios