A semana começa em tensão, a caminho da Lua Cheia na quarta-feira, com o estado das relações, em casa, na diplomacia,  paz ou justiça a serem confrontadas com a necessidade de re- equilíbrio,  a Lua ainda em Balança a activar a quadratura a Plutão em Capricórnio e a fazer oposição a Mercúrio e a Urano, conjuntos em Carneiro desde há dias a provocar surpresas, repentes, acidentes de vontade mas também a libertação da energia e comunicação necessárias para que as coisas mudem. O quadrado de Marte em Gémeos a Neptuno em Peixes torna as afirmações de vontade mais confusas, seja porque não é claro o que se pretende ou porque não há leitura correcta do que está em jogo. A certeza é que existe uma vontade de estabilizar ideias e iniciativas a longo prazo, com Saturno em Sagitário em trígono a Mercúrio e Urano.  Mas essa estabilização só pode acontecer depois de uma transformação de valores que traga novas garantias, com o Sol em Touro a caminho na Lua Cheia de um trígono exacto a Plutão em Capricórnio. Hoje temos de encontrar ou aceitar uma nova ordem em estabilidade, para amanhã e depois, com a Lua em Escorpião, medirmos o controlo que temos sobre as mudanças ou sobre o nosso próprio processo de transformação face às inevitabilidades externas.

Anúncios