Trabalho, trabalho, trabalho, organização, análise, serviço, dedicação e sentido prático põem de vez fim às férias ou ao que delas restava com quatro planetas em Virgem, a caminho da Lua Nova neste signo, na madrugada de dia 20. Temos assim já a Lua, Marte, Mercúrio e o Sol em Virgem a apontarem o caminho do pragmatismo que devemos servir com amor próprio na busca de soluções novas para velhos problemas ou para contribuir para mudar profundamente a organização das coisas ou as estruturas de poder onde estamos inseridos, em casa, no trabalho ou em sociedade graças a Vénus e ao Nódulo Norte em Leão, em trígono a Urano em Carneiro enquanto os planetas em Virgem rondam um trígono a Plutão em Capricórnio.  Mas apesar do foco que tudo isto exige, uma semi-quadratura de Mercúrio, regente da Virgem, a Júpiter em Balança poder perturbar as comunicações, ou porque falamos demais ou porque não conseguimos transmitir a importância do que estamos a fazer. Outra perturbação está ligada à oposição de Neptuno aos planetas em Virgem que tolda igualmente o discernimento com sonhos ou ilusões que julgamos reais. São estes aspectos que condicionam os bons resultados que se pretende obter nesta segunda e terça feira antes da Lua Nova, para que tudo esteja organizado para o novo ciclo que se abre e do qual vai depender o equilíbrio das relações pessoais, financeiras, políticas, mal o Sol entre em Balança no dia 22.

Anúncios