Que seguranças? Que conforto? Que dinheiro? Que valores? É já na madrugada de sábado a Lua Cheia que desde hoje em Touro nos leva a  querer arrumar assuntos e estabelecer prioridades no que toca às relações das quais dependemos emocionalmente, aos bens ou posses que é preciso organizar, aos valores que queremos garantir para nos sentirmos inabaláveis. Ora é aqui que reside a grande dificuldade porque a Lua está oposta a Júpiter e ao Sol em Escorpião o que nos faz sentir a dificuldade de defender o que é nosso já que tanto é partilhado e não depende só de nós. Assim, desde hoje, ao olharmos teimosamente para os valores que queremos segurar temos de estar consciente que há que encontrar novos equilíibrios entre o que temos e o que podemos controlar e onde temos de abrir mão.  O lado sombra desta Lua Cheia são  amarras orgulhosas a falsas seguranças alimentadas pelo sextil da Lua a Neptuno em Peixes que também faz trígono ao Sol em Escorpião. Essa carência é reforçada por Vénus, – regente do Touro em trânsito em Balança que também rege- , em qguincúncio a Quíron em Peixes, aspecto que acorda velhas feridas de amor e justiça e dádiva emocional que tendencialmente queremos ultrapassar fechando a mão para segurar o que podemos. Mas a saída está não na posse mas sim noutro quadro mental e ideia de futuro com Saturno em Sagitário em sextil a Vénus. Melhor pensar a longo prazo antes de investir na satisfação imediata. Aliás, a oposição de Vénus a Urano garante surpresas, –  chegadas ou partidas – que vão transformar o modo como investimos nas relações, amorosas, financeiras e mesmo políticas.

Anúncios