O que é que podemos mudar construtivamente, quais são as dinâmicas de controlo que limitam o potencial de transformação, que relações, contratos, regras devem ser abandonadas e que sementes de uma nova maneira de estar e partilhar – em plena consciência do que é fundamental – devemos semear  são as questões que se levantam na Lua Nova em Escorpião deste sábado que abre o caminho para Domingo, com a sua entrada em Sagitário, abrirmos horizontes em que aquilo em que acreditamos se possa reflectir.

Temos pela frente um fim-de-semana em que o potencial para, apaixonadamente, nos entregarmos ao que achamos ser a Verdade atinge novos patamares e em que o diálogo honesto e aberto ao conhecimento é a saída para os conflitos de vontades com Mercúrio em Sagitário em semi-sextil à quadratura de Marte em Balança a Plutão em Capricórnio.

Um quincúncio do Sol em Escorpião a Urano em Carneiro na Lua Nova e também no domingo traz instabilidade e tensão quando queremos agir por nós próprios sem ter em conta as sensibilidades alheias. O semi-sextil do Sol a Saturno em Sagitário é o garante de que, com bom senso, sentido de futuro e ideias bem pensadas podemos agir com responsabilidade, ganhando acesso a reservas profundas de poder e determinação. Bom fim-de-semana!

Anúncios