Podemos estar a pensar no futuro mas temos de lidar com um presente complexo em que os conflitos interiores e até os exteriores são difíceis de evitar. A chave está em alinhar razão e coração e estar pronto para embarcar no que pode parecer um destino incerto mas que não o é  porque dele dispomos informações bem delineadas que há que prosseguir. Isto passa-se com a entrada do Sol em Sagitário  e com a Lua em Capricórnio a fazer conjunção a Plutão regente do Escorpião onde estão Júpiter-regente doSagitário- e Vénus, -regente da Balança- em trígono a Neptuno em Peixes, a incitar transformações passionais na ordem das coisas, seguindo ideais, mesmo que haja conflito animado pela quadratura de Lua e Plutão a Marte em Balança.

Saturno está num ponto do Zodíaco chamado Centro Galáctico que obriga a que reciclemos informações e grandes ideias para redefinir as Verdades que valem a pena defender. O seu trígono a Urano em Carneiro ajuda a que flua a energia para as pormos em marcha, separando trigo do joio, os amigos dos inimigos e a beleza do seu reflexo, efeitos de Marte em Balança  que estará pronto para tudo virar quando entrar em Escorpião na Lua Cheia em Gémeos no próximo dia 3. Até lá há que ir limpando o terreno emocional, relacional, jurídico e diplomático.

Tela de Jacob Lawrence, série das Migrações, MOMA, NY,1941

 

Anúncios