Mais um dia de emoções ou hiper-sensibilidade em  que é difícil ter os pés na terra apesar da necessidade de definir grandes opções. A lógica das coisas é abalada pela conjunção da Lua a Neptuno em Peixes que, pelo contrário, nos impele a ir pelos sentidos quando lidamos com o que temos de mudar  no que  partilhamos fisica, material, financeiramente ou nas questões de poder. É o trígono da Lua e Neptuno a Júpiter em Escorpião onde também se encontra Vénus em quincúncio a Urano em Carneiro que amplifica toda a sensibilidade e desejo de mudar para melhor com mais controlo dos processos, como se não fossemos guiados pela razão mas sim pelo coração ou pelos  impulsos.  Mas Mercúrio e Saturno estão conjuntos em Sagitário em semi-quadratura a Jupiter seu regente, em sextil a Marte em Balança e em trígono a Urano em Carneiro. Tudo isto é tumultuoso porque percebemos que é fundamental usar a cabeça e não os sentidos para, a longo prazo, definir como vamos crescer, aprender, ganhar, expandir, o que é  difícil a menos que se redefinam regras, cortem relações, se aja sem pensar no amanhã. É por isso um dia complexo em que quanto maior for a racionalidade e capacidade de avaliação ponto a ponto das questões na mesa, melhores serão os resultados. As emoções não são hoje boas conselheiras, apenas nos permitem fugir aos problemas.

Anúncios