A necessidade de contenção domina este dia de Natal em que a entrada de Vénus em Capricórnio conjunta a Saturno obriga a seriedade, disciplina, responsabilidade e limites em tudo o que tenha a ver com afectos e finanças. A noção de que nada é dado gratuitamente, ou melhor, que tudo tem um preço e que isso acorda memórias dolorosas antigas é reforçada pela conjunção da Lua a Quíron em Peixes. Mas, pela tarde GMT, a Lua entra em Carneiro e estaremos mais capazes de tomar iniciativas para não ficar prisioneiros de pesos emocionais ou obrigações custosas. A saída para as dificuldades de relacionamento está em apostarmos em nos dedicarmos mentalmente a algo de novo que nos abra horizontes. Viajar, estudar, filosofar, mesmo ir ao cinema são exemplos do que nos pode animar ou distrair das restrições do dia, com Mercúrio em Sagitário em trígono ao Nódulo Norte em Leão e em quadratura a Neptuno em Peixes. Neste Natal, somos salvos pela razão.

Anúncios