A Lua Nova em Carneiro na madrugada desta segunda-feira dá o sinal  que está na hora de deixar para trás o que não interessa e ter as iniciativas que nos levem onde queremos chegar. O que temos estado a adiar vai ter de acontecer. Em casa, no trabalho, em sociedade há estruturas em que estamos inseridos e que queremos alterar ou abandonar e esta Lua Nova incita a iniciar esse processo de transformação pelos diferentes aspectos planetários que envolve: em primeiro lugar, Sol e Lua estão conjuntos a Urano  o que torna bastante explosiva e libertadora a energia desta Lua Nova;  de seguida, temos de considerar que o regente do Carneiro- Marte – se encontra em Capricórnio o que significa que o impulso de fazer diferente se faz sentir nas estruturas de que dependemos, e isso de uma forma  conflituosa pela quadratura entre Marte e a Lua Nova; em terceiro lugar temos que ver que Marte não está sozinho nessa quadratura a Sol e Lua porque também Plutão está envolvido o que potencializa tensões que podemos mesmo sentir como violentas entre o que queremos vir a fazer e o que podemos de facto fazer; por último temos hoje para além da Lua Nova, Mercúrio a entrar directo em Carneiro- o que significa que chegou ao fim o tempo para a  revisão do que queremos dizer ou da lógica de afirmação pessoal. Os aspectos  incitam a exprimir esse  desejo de mudança só que Saturno faz quadratura a Mercúrio a partir do Capricórnio o que funciona como um limite forte, auto-imposto ou resultado das circunstâncias e temos dificuldade em encontrar o tempo certo ou as palavras certas para afirmar a transformação pretendida. Com cuidados redobrados podemos no entanto aproveitar um sextil exacto entre Júpiter em Escorpião e Plutão em Capricórnio para pôr em marcha o que de mais profundo nos move.  Esta Lua Nova serve os propósitos de radicais cuidadosos…

 

Anúncios