Há tensões grandes no ar que começam com a confusão de possibilidades que se nos oferecem e que terminam com o confronto com a realidade e a necessidade de planos a longo prazo em vez de fugirmos ao que custa. Onde investir? De que gostar? Em que relações assentar? Vénus em Gémeos está em quadratura a Neptuno em Peixes, sesquiquadrada a Marte  e a Plutão em Capricórnio e quincúncio a Saturno nesse mesmo signo. O resultado é sentirmo-nos baralhados ou entalados entre o que gostamos que fosse e o que pode ser, sem  espaço para ligeirezas e com um grande foco nos limites, responsabilidades e importância de agir no momento certo- o que não é compatível com opções múltiplas mesmo que isso seja o mais apelativo. A Lua em Sagitário pela tarde leva-nos a procurar novas verdades, abrir horizontes que possam ajudar a ultrapassar os condicionamentos mas é preciso não confundir o estudo de propostas de futuro com fugas para a frente.  A chave do dia está em entender o que podemos e devemos organizar.

Anúncios