Na mitologia gaélica e celta celebra-se hoje Beltane, em honra da vida, a meio caminho entre a Primavera e o Verão, tempo de união e fertilidade. Astrologicamente temos o Sol em Touro em bons aspectos a Neptuno e Saturno o que nos permite sonhar com os pés na Terra e apostar forte numa regeneração de valores com a oposição a Júpiter. O trígono da Lua em Sagitário a Mercúrio em Carneiro, regido por Marte em Capricórnio encoraja-nos a dizer que queremos, como nos queremos expandir e que mudanças pretendemos nas estruturas de vida. Apenas Vénus em Gémeos em quincúncio a Saturno e quadrada a Neptuno que também recebe um quadrado da Lua se traduz nalguma confusão ou dúvida persistente sobre o que de facto queremos já que, com o mesmo vigor parece que queremos simultaneamente uma coisa e o seu oposto. É bom analisar os impactos a longo prazo das diferentes opções e semear vontades sólidas para que deste dia de Beltane se venham a traduzir em soluções férteis.

Anúncios