O sonho parece querer dominar a vida nas não pode ser…há que ter sentido prático e exprimir claramente o que se pretende de futuro. Está também na hora de repensarmos o que dói no que respeita à nossa capacidade de ter iniciativas.

Um grande trígono de Água entre Lua conjunta a Neptuno em Peixes, Sol em Caranguejo e Júpiter em Escorpião exacerba emoções, sensações, sentimentos, sonhos, ilusões no que respeita à possibilidade de criarmos novas bases de segurança emocional, “ninhos” a que possamos recorrer. Mas Mercúrio em Leão conjunto ao Nódulo Norte, quadrado a Urano em Touro e oposto a Marte em Aquário obriga-nos a ter de sair do mundo das sensações para o mundo das afirmações práticas, inovadoras e independentes do que o resto do mundo esteja a fazer. Essas declarações de princípios e objectivos inovadores necessitam de uma boa estrutura em que assentar, dada pelo trígono de Urano a Saturno em Capricórnio mas isso não evita alguma tensão porque um quincúncio de Saturno a Mercúrio faz com que o primeiro impulso seja o de falar com o coração e não com  o caso bem estudado. Estamos a aproximar-nos de um eclipse parcial do Sol em Caranguejo na Lua Nova de 13 de Julho oposta a Plutão e desde já que há completar processos, arrumar assuntos, obter o que falta de informações para nesse eclipse podermos abrir um novo ciclo em casa, família, país.  E como hoje Quíron entra retrógrado em Carneiro até à primeira semana de Dezembro, há que reflectir profundamente sobre o que nos angustia ou traz insatisfação quanto à nossa própria capacidade de iniciativa para que este período traga compreensão e aceitação do que em nós próprios criticamos. O mais provável é acabarmos por chegar à conclusão que já fazemos mais do que o suficiente ….

Anúncios