Estamos no quarto de Lua antes da Lua Nova e eclipse do Sol em Caranguejo na madrugada do próximo dia 13 de Julho e o mais provável é podermos desde hoje intuir o que vai estar então em causa, qual o ciclo que se fecha e o que abre no que respeita a questões de casa, família, país, segurança emocional, rotinas ou dietas. Hoje a Lua está em Carneiro a estimular que tenhamos iniciativas que correspondam à nossa lógica pessoal – pelo trígono a Mercúrio e ao Nódulo  Norte em Leão – mas em simultâneo faz quadratura ao Sol em Caranguejo e a Plutão em Capricórnio activando as tensões entre o que há que pegar e o que há que largar para estar alinhado com o eclipse. Há mesmo que por o foco na resolução da conflito entre o que se quer e o modo de atingir os objectivos- pela quadratura Lua /Sol e no esforço de ultrapassar sentimentos viscerais como ciúme, raiva, vingança, purificando, transcendendo o túmulo que causam e tornando-nos capazes de transformar as estruturas em que estamos envolvidos  com base em propósitos conscientes e não no impulso destrutivo. Vai o exercício de hoje servir para que, no eclipse que é oposto a Plutão, podermos de facto por em marcha grandes mudanças na ordem das coisas, espera-se que para melhor, apostados em novos valores com a ajuda de um trígono que aí vem entre Urano em Touro e Vénus seu regente que entra em Virgem já no dia 10. Temos de começar já hoje a fazer escolhas e a limpar terreno para o que está para vir.

Tela: “O pintor e a Lua” de Marc Chagall

Anúncios