Este é um dia em que procuramos evitar conflitos mas para ser bem sucedido há que analisar os problemas sob novas perspectivas e deixar para trás a velha pulsão de disparar em todas as direcções quando o deve e o haver não correspondem. Depois de a Lua ontem ter feito quadratura a Saturno e a Plutão em Capricórnio numa lição clara que as relações estavam desequilibradas e há que mudar de expectativas, hoje, continua em Balança onde faz sextil a Mercúrio em Leão e quadratura  ao Sol em Caranguejo, antes de, pela madrugada de sexta feira entrar em Escorpião em oposição a Urano em Touro, num agravamento da intensidade emocional e da necessidade de se adoptarem novos valores e novas bases de segurança material, física. São as relações mais íntimas e das quais depende a nossa tranquilidade básica que estão a ser abaladas para que, com Marte retrógrado em Aquário conjunto ao Nódulo Sul, possamos rever e corrigir o modo de agir e de nos defendermos. De facto são os velhos problemas que resurgem mas  Marte e o Nódulo Norte em aspectos suaves a Quíron em Carneiro permitem curar os sentimentos de agravamento. Adoptamos novos modos para lidar com questões antigas. Quando a Lua amanhã entrar em Escorpião verificamos que a única energia que podemos controlar é a nossa própria.

Tela de Wolfgang Lettl

Anúncios