Não há ainda descanso porque os aspectos da Lua estimulam as mais urgentes emoções que os desejos aconteçam – que os outros sintam como nós, que as acções e a lógica possam estar sintonizadas-  mas a agitação e tensão só demonstram que é precisa uma terceira via. A Lua quase todo o dia em Carneiro traz a memória  de ontem onde se levantou a questão do controlo que temos sobre os poderes que partilhamos e sobre essa tensão entra em Touro onde faz conjunção a Urano activando emocionalmente o que na prática já estava em ruptura. Vale-nos em simultâneo o trígono da conjunção Lua/Urano a Saturno e o biquintil de Vénus em Virgem a Urano: se analisarmos bem as coisas podemos ver os assuntos de outra forma e dar valor a novos valores. Um dia que pede inteligência e flexibilidade.

Anúncios