A semana começa com opções conservadoras mas de impacto transformador na organização de vida. É na casa, família, tradições, país, nação que as nossas emoções se concentram com a Lua a transitar o Caranguejo e a pedir estabilidade, “ninho”, mas nada fica na mesma já que a Lua faz trígono a Vénus e ao Sol em Escorpião o que implica uma regeneração profunda do que é do domínio interno, doméstico, nacional. Vamos para um novo lugar mas queremos, apesar da mudança, sentirmo-nos seguros mesmo que as mudanças sejam conservadoras. Como a Lua também se opõe a Saturno em Capricórnio e faz trígono a Neptuno em Peixes, a repressão emocional ou tristeza coexistem com a esperança de que apesar de tudo o novo mundo que se avizinha faça algum sentido. Mercúrio e Júpiter conjuntos em Escorpião em trígono ao Nódulo Norte em Leão exprimem essa abertura a novos caminhos como decisão pessoal, criativa mas a tensão é grande porque se não formos nós a gerir a mudança somos à mesma forçados a ela pela quadratura do Nódulo Norte e oposição de Vénus, a Urano em Touro. São grandes as possibilidades mas também grandes as necessidades de ajustamento.

Fotografia de Dorothea Lang

Anúncios