A caminho da Lua Cheia em Gémeos, no próximo dia 23, em que novas oportunidades de expansão se abrem – porque outras se fecham-  estamos tal como ontem, hoje também a aliviar carga, rever iniciativas e deixar-nos surpreender por outras perspectivas de forma a aprofundar o que tem de mudar por força do Sol em Escorpião e da Lua em Carneiro, conjunta agora a Urano retrógrado. Marte que rege o Escorpião e o Carneiro está em trânsito em Peixes em quadratura a Júpiter em Sagitário a dizer-nos que é tempo de avançar, progredir mas para isso é importante fazer ajustamentos nos processos iniciados há cerca de três anos quando do último aspecto entre os dois planetas. A energia que desenvolvem é intensa mas exige controlo para não se disparar em todas as direcções. Há também o risco de atrasos e confusões com Mercúrio retrógrado em trígono a Neptuno em Peixes mas faz parte do processo podermos revistar sonhos, fantasias ou a lógica a seguir para futuro. Hoje, a Lua ao fazer conjunção a Urano em Carneiro e oposição a Vénus em Balança chama a nossa atenção para as dificuldades existentes nas relações e leva-nos a romper com situações cujo equilibrio ou justiça é posto em causa. Este aspecto faz também quadratura ao Nódulo Norte em Caranguejo o que revela a tensão entre as rupturas necessárias e a necessidade de mantermos a nossa segurança emocional, doméstica, nacional. Assim, as circunstâncias do dia levam-nos a tomar consciência do que há a fazer, pegar,  largar, mudar, procurando dominar  impulsos mas sem deixar de optar por soluções que mesmo que radicais permitam sentirmos que estamos a defender os nossos próprios interesses de preferência redefinindo ligações ou acordos.