É muito importante conseguirmos hoje alguma estabilidade, garantir valores, estruturas e definir o que se pretende solidificar nos processos em curso. A Lua está em Touro em trígono a Saturno e a Plutão em Capricórnio o que facilita a obtenção de resultados mas estamos na véspera da Lua Cheia em Gémeos, em que se vão extremar as divergências entre projectos e opções por isso tudo o que pudermos garantir hoje é bem vindo. No entanto, o desafio é grande e o mais provável é sentirmos a falta de tempo para mudar o que falta. O Sol hoje está no último grau do Escorpião, tecnicamente em quadratura a Marte em Peixes e quase semi-quadrado a Plutão em Capricórnio, aspectos que amplificam seriamente todas as dificuldades envolvidas na afirmação dos objectivos. O quincúncio do Sol a Urano retrógrado em Carneiro inevitavelmente mostra-nos como iniciativas passadas têm de ser corrigidas e como é difícil alinhar intenção e acção. Que tudo tem de ser repensado incluindo as grandes ideias que nos movem é ilustrado por Mercúrio retrógrado em Sagitário enquanto em simultâneo devemos refrear grandes declarações e decisões porque a quadratura de Marte a Júpiter também em Sagitário dá bastante energia mas pode promover pouco discernimento.  Atenção também aos equilíbrios da relações já que vamos de ter de aceitar uma nova ordem devido ao colapso de acordos e promoção de novos entendimentos inevitáveis com o transito de oposição de Vénus em Balança a Urano em Carneiro, agora e até ao início de Dezembro. É um dia para, com pinças, tentarmos definir terrenos seguros que aguentem as divergências iluminadas pela Lua Cheia.

Anúncios