Depois das resoluções do ano novo, neste fim-de-semana é tempo de lançar as bases do que vamos definir como organização e regras de vida e onde queremos chegar no próximo 2020. Na casa, em familia, no trabalho, no país há uma ordem que está a acabar e outra que tem de ser definida. Onde estiver o signo de Capricórnio nos horóscopos individuais e na casa oposta de Caranguejo é onde veremos ao longo do ano os sinais de aceleração desse processo de transformação estrutural da qual deve resultar uma nova consciência do que de facto nos faz sentir seguros. Um potente eclipse do Sol na Lua Nova em Capricórnio neste fim-de-semana dá o arranque a esse caminho de trazermos nova luz para o que é importante e estabelecer  os alicerces  que sobre os quais vamos construir essa nova ordem de vida em 2020, quando Saturno e Plutão se encontrarem em Capricórnio, exactamente em Janeiro próximo.

Este é o grande tema do ano que vai afectar pessoas, instituições, políticas e a ordem mundial em geral. Com Plutão e Saturno em Capricórnio e o Nódulo Norte em Caranguejo a mensagem dos Céus é clara: reformulem a forma como se organizam para criar uma nova segurança pessoal e colectiva. No final de 2019 também Júpiter entra em Capricórnio e isso vai dar maior amplitude e possibilidade de concretização a todas as mudanças que desde o eclipse deste fim-de-semana vamos começar a desenvolver.

Nem sempre queremos que essas mudanças aconteçam, preferindo ficar seguros no que já conhecemos, mesmo que nem tudo seja ideal. Mas essa estagnação não vai ser possível e a flexibilidade e mesmo empenho em criar melhores condições vão facilitar muito estes processos. Neste fim-de-semana Vénus está em Escorpião em trígono a Quíron em Peixes, óptimo aspecto para ir ao fundo do que nos move nas relações e sarar feridas de amor e de pertença porque olhamos para outro e para o que com ele partilhamos com outro grau de afecto. Mas Vénus está também quincúncio a Urano em Carneiro, estacionário em vésperas de retomar o sentido directo na próxima semana, e isto diz-nos que temos de estar preparados para surpresas ou abertos a tomar iniciativas inovadoras no amor, nas finanças, nos projectos de poder. O que tem de mudar tem de ser feito de forma a sarar velhas feridas e a abrir possibilidade de dar novo valor ao que tínhamos ou procurar outras fontes de investimento amoroso ou material. Nada disto se vai passar sem conflito… Mercúrio entra também em Capricórnio este fim-de-semana em quadratura a Marte em Carneiro, aspecto de tensão que poder ter consequências como quedas, acidentes, coisas que se partem, discussões e rupturas. Haja fé que é tudo vai correr bem com Neptuno em sextil à Lua nova e eclipse do Sol!.

Um bom arranque de ano para todos!