As emoções do dia são um carrossel acelerado em que saltamos de um assento para outro à procura de maior estabilidade. A Lua em Leão exagera o sentido de identidade, dramatiza as emoções e isto é amplificado por um trígono a Júpiter em Sagitário, frustrado por uma semi-quadratura a Vénus, fonte de tensão pelos quincúncios a Saturno, Plutão e Neptuno, e um verdadeiro dedo na ferida pelo sesquiquadrado a Quiron. A acrescentar à agitação temos uma quadratura entre Urano em Touro e Mercúrio em Leão que exalta a dificuldade de comunicarmos com razoabilidade o que pretendemos, mais ainda porque Marte também faz parte do aspecto por estar conjunto a Mercúrio.  Podemos julgar que resolvemos velhas feridas com  essa comunicação explosiva ou com saltos de humores e valores dado o trígono a Quíron de Marte e Mercúrio mas é apenas destabilizador com o Sol em Caranguejo já na órbita de oposição a Saturno, Nódulo Sul e Plutão em Capricórnio. Para compensar tudo isto temos um aspecto amenizador que é o do sextil de Vénus em Caranguejo a Urano em Touro: bem no íntimo há o desejo e a capacidade de mudar para garantir o bem estar e segurança emocionais de que tanto dependemos.