Está nas nossas mãos, com inteligência criativa, ultrapassar velhos padrões de afirmação, mecanismos de defesa ou vontades cegas que bloqueiam a criação de novas bases de segurança,  a construção de uma casa, família ou do que for que nos dê conforto emocional.  Marte faz, desde ontem que entrou em Virgem uma semi-quadratura ao Nódulo Norte em Caranguejo:  é esta tensão ou quase bloqueio que sentimos entre a possibilidade de agir, – servindo não só os nossos interesses como os dos outros, – com uma consciência racional e a certeza de que temos de honrar as nossas emoções e sentimentos, hoje sujeitos a limites e responsabilidades que nos impedem de avançar como desejamos – pela quadratura da Lua em Carneiro conjunta a Quiron, em quadratura a Saturno em Capricórnio.  Mas um trígono da Lua a Mercúrio e outro trígono a Júpiter em Sagitário dão-nos a saída para estas tensões: ser capaz de exprimir, com verdade, o nosso desejo de acção e os seus fundamentos, o que nos move e o saber em que baseia ,vai libertar e validar o sentido de identidade e capacidade amorosa e criativa que o Sol e Vénus em Leão estimulam e permite-nos, porque percebemos as situações e bloqueios,  ultrapassá-los seguindo um rumo inovador.