A semana arranca com um foco nas coisas da casa, do íntimo, do familiar a que temos de  dar atenção crítica, cuidando, servindo, organizando e tratando de tudo de forma inovadora. Estão aqui incluídas as memórias do passado, as amarras emocionais que é preciso largar ou pôr em contexto porque há valores novos a adoptar. É a Lua em Caranguejo em sextil a Urano em Touro e ao Sol Marte e Vénus em Virgem que nos impulsiona a dar nova vida à vida a que nos queremos dedicar e a fazê-lo com toda o cuidado e preocupação de pormenor. Mas há que temperar a inovação com sentido prático e de ordem ja que a Lua, pelo final da tarde  faz também oposição a Saturno em Capricórnio o que obriga a refrear emoções e racionalizar os objectivos.  Assim, estamos numa faze com um enorme potencial de concretização de projectos com Sol, Marte e Venus em Virgem aos quais se junta em breve Mercúrio, em trígono em primeiro lugar a Urano em Touro e de seguida a Saturno e a Plutão em Capricórnio. Daqui até à terceira semana de Setembro quando o Sol fará trígono a Plutão, devemos dar o máximo para tornar possível, palpável, materializar os planos em mão que dêem forma ao que nos satisfaz emocionalmente. Nessa altura Saturno entrará directo e passamos a uma nova fase do processo de transformação em curso que atinge um auge em Janeiro próximo quando Saturno e Plutão se conjugarem nos 22 graus de Capricórnio. É importante darmos desde já toda a atenção ao que há a fazer em casa, no trabalho, na psique.

Tela de Portinari, A descoberta de Terra, 1941