Energia para a Semana 24-31/1/21: 0 O LOUCO

Por Clara Days:

Palavras-chave: potencial; disponibilidade; confiança; caminho.

Que Louco posso ser agora? O do princípio ou o do fim, no Tarot? O que é inconsciente, ou o que tem a sabedoria da autenticidade? Aquele que ignora os perigos e se lança sem cuidado em busca de um caminho, ou o que já aprendeu com a vida e sabe que não adianta lutar cegamente contra a adversidade, mas se disponibiliza para explorar tudo o que seja bom e que esteja ao seu alcance?Assim é este Zero, a carta-talismã, que sai fora da norma, que não segue a regra, a chave que abre qualquer porta. Até que ponto, hoje, eu posso ser Louco? Posso, sequer, dar-me ao luxo de o ser?

Nunca vivemos tempos colectivamente tão perigosos em todo o mundo, como hoje. Hoje, em que governantes loucos, no sentido mais comum da palavra, podem levar povos inteiros para a doença e a morte, não podemos ser o Louco-Criança, da ingenuidade confiante, avançando sem reservas nem receios dos riscos que corremos. Mas poderemos ser o Louco-ancião, na sua sabedoria íntima, confiando em que o pior há de passar e, se eu me cuidar, isso não me impede de manter bem vivo o potencial de ser feliz, de encontrar no mundo que me rodeia todas as pequenas parcelas de encantamento e alegria que existem sempre, apesar de tudo.

Estamos entre um e outro Louco, esta semana, entre o do princípio e o do fim. Mais fácil e mais perigoso ser o do princípio, mais difícil o do fim. Mas é um desafio que vale a pena enfrentar: acorda em nós uma confiança profunda de que, apesar de todos os pesares, algo de muito genuíno se mantém vivo e esperançado dentro de nós e a nossa criança interior sabe ainda sobreviver aos medos e arriscar a alegria, mesmo quando está balizada entre momentos difíceis.Saber tirar momentos felizes do tempo do infortúnio, eis o que nos é sugerido. Não soçobrar de desespero, não desistir de acreditar num futuro mais risonho, não retirar do horizonte o arco-íris da esperança. Temos o dever de cuidar de nós e dos outros, mas o riso continua a ser uma das armas mais poderosas.

Posso ser Louco, quando isso me ajuda a manter viva a minha humanidade plena.

Imagem : In Between Tarot, de Franco Rivolli e Janine Worthington, 2019

Clara Days

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: