Energias para a Semana 31/10-7/11/21: O IMPERADOR IV E A JUSTIÇA / AJUSTAMENTO VIII / XI

Por Clara Days:

Ideias-chave: entrar na ordem, com responsabilidade; estruturar de acordo com as condicionantes; assumir autoridade realisticamente.

Alguém tem que pôr ordem nisto, a começar por mim. Enquanto os poderosos se juntam para decidir do futuro do planeta, vêm a par o Imperador e o Ajustamento, a obrigar-me a pôr os pés na terra e a encarar as minhas circunstâncias com sentido de responsabilidade. O Imperador é Pai, na acepção simbólica do termo. É quatro, quadrado, ordem e estabilidade. Regula, ordena, impõe-se no mundo social e material, onde reina. Para ele, só se aceita o que faça sentido e mesmo isso tem de ser devidamente justificado e balizado. Tudo o aproxima do realismo da Justiça / Ajustamento, que lida com as circunstâncias do modo mais isento que é capaz.

Sendo o Imperador quadrado, a Justiça é simetria. Ambos aspiram à estabilidade e ordenam o mundo visível. Há aqui um toque a reunir forças no sentido de me organizar, devo acertar o passo com os acontecimentos, para depois ter o poder de intervir construtivamente. Emoções, devaneios, devo controlá-los ou neutralizá-los, que não estamos em tempo disso.A capacidade de lidar com as oscilações da vida que caracteriza a Justiça é notável. Ela procura sempre o equilíbrio da balança, mesmo na instabilidade. Por isso, se antes tivemos momentos de auto-centramento e meditação, agora é tempo de nos pormos à altura da situação e “arrumarmos a casa”.

Provavelmente vai fazer-nos bem ficar assim focados no que é material, exequível e que podemos pôr em ordem. As coisas são como são, lembram-me as cartas esta semana, há que lidar com elas da forma mais racional e objectiva possível. Se é preciso que me reorganize, assim o faço. Sigo as regras do bom senso e do civismo, ponho-me no meu lugar e é a partir daí que vou recomeçar. Não olho para cima, nem para o lado – olho em frente e escolho o passo seguinte com a máxima segurança. Há uma quase negação da criatividade, nas cartas que hoje nos inspiram. Tudo o que é do domínio subjectivo deve procurar objectivar-se, como condição de existência, de sobrevivência ou mesmo de progresso Não é muito poético, mas neste momento a poesia e o sentimento parecem ter saído do cenário.Se é preciso pôr isto em ordem, faço então a minha parte, sem perder muito tempo com elaborações desnecessárias. É o que é e cá estou, para o que der e vier.

Imagem: New Age Tarot, de Walter Wegmuller, 1982

Clara Days

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: