Energias para a Semana 29/8-4/9/22: O MAGO I E A RODA DA FORTUNA X

Por Clara Days:

Ideias-chave: movimento e acção; criatividade no recomeço; evoluir e intervir.

Com a chegada de Setembro, mês por excelência de “rentrée” nos países do hemisfério Norte, chega-nos dois momentos de evolução e acção da jornada do Tarot, o do Mago e a Roda da Fortuna. Ambos transportam a força do número 1, o do ego e dos inícios.

Se o Mago é o Primeiro, representando a capacidade de intervenção de cada um de nós na sua dimensão mais pura e criativa, a Roda, o Dez, reflecte um diálogo importante entre passado, presente e futuro, fala do movimento permanente em que a nossa vida se desenvolve, com ascensões e declínios cíclicos e inevitáveis.

Com o Mago, sou protagonista, com a Roda sou movido por forças que me são externas. O que pode o Mago fazer para ter algum comando da situação, neste momento que deve ser de planos e projectos, quando tudo à nossa volta, desde a pandemia à guerra e à emergência das alterações climáticas, nos força a acertar permanentemente o passo com as exigências das circunstâncias presentes? O que pode a minha vontade, nas voltas do destino? É sobre este dinamismo entre o poder pessoal e os ciclos da vida que precisamos agora de nos debruçar.

A grande arma do Mago é sua inteligência, e mais ainda, brilhantemente, a criatividade que o caracteriza. Perante qualquer situação, o Mago é capaz, como mais ninguém, de encontrar uma saída nova e de improvisar uma solução a partir daquilo que tem à mão. Sendo o seu trunfo a parte intelectual, ele apenas se valida quando há acção, quando intervém. Para o Mago, um poder que se não exerce é como se não exista.

Ora, a Roda da Fortuna – a roda da vida… – move -se de acordo com padrões cíclicos inevitáveis, mas não indiferentes à acção humana. A relação causa-efeito está sempre presente nas suas voltas, num vaivém de interdependência onde as decisões que tomamos e o que fazemos pode pesar tanto como outros acontecimentos externos ou aleatórios. A Roda dá ao Mago a possibilidade de ver aonde se pode agarrar para, em cada momento do movimento, ter a capacidade de se equilibrar e de avançar.

O Mago lê oportunidades e encontra ferramentas onde outros nada vêem. É esse poder que temos que activar para esta entrada no mês de Setembro. Para aqueles muitos que agora abrem um novo ciclo no seu ano de trabalho, ele recomenda agilidade mental e espírito de iniciativa, sugerindo que sejam capazes de tirar partido do que encontrarem, dum modo original e produtivo.

Estejamos em tempo de ascenção ou declínio, haverá sempre algo que está no nosso poder fazer para melhorar as coisas num sentido positivo. Usemos o Mago que mora em cada um de nós para o descobrir, para o concretizar.

Imagem : Spirit song Tarot, de Paulina Cassidy, 2017

Clara Days

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: