Energias para a Semana 25/9-2/10/22: O DEPENDURADO XII E A ESTRELA XVII (com A RODA DA FORTUNA X)

Por Clara Days:

Ideias-chave: novo ciclo, suspenso, mas esperançoso; esperar para iluminar; busca de sentido para depois encontrar caminho

A Roda da Fortuna paira neste início de estação, lembrando que tudo na vida é cíclico e o que subir há de descer, depois de recuos haverá avanços, o que crescer diminuirá e assim se vai mantendo o equilíbrio. No concreto, lidaremos com o desafio do Dependurado, combinado com a esperança que a Estrela sempre traz.

Com o Dependurado, suspende-se o tempo. Paciência e sacrifício caracterizam este Arcano Doze, pendurado por um pé no laço que representa as exigências das quais não nos podemos libertar. É um caminho de devoção em que temos de entregar a vida a algo maior ou mais elevado, sujeitando-nos à imobilidade perante as circunstâncias que nos rodeiam. Há aqui implícita uma renúncia voluntária à expressão da vontade pessoal, ainda que temporária.

Mas a imobilidade do Arcano Doze não lhe retira a consciência nem a lucidez. Da sua posição forçada e sacrificial, ele pode ver o mundo que o rodeia por um outro ângulo, e é a partir desse novo ponto de vista que tem a oportunidade de equacionar as suas possibilidades, com uma postura e atitudes que podem ser diferentes.

Esta semana, o Dependurado vem acompanhado pela Estrela, a carta mais esperançosa do Tarot. Ela nunca deixa de brilhar, mesmo na mais profunda escuridão. Sendo também uma carta de espiritualidade, representa o princípio da renovação de categorias, abrindo-nos a uma visão do mundo mais global, mais cósmica, mais integrada. Tem uma conotação fortemente mental e anima a resiliência moral em quaisquer circunstâncias difíceis, como as que representa o Dependurado.

Temos hoje uma inspiração fortemente espiritualizada, que nos traz força interior, convicção, altruísmo e esperança. Perante as dificuldades do presente, precisamos aceitar uma postura mais passiva, se for necessário – é essa a mensagem do Dependurado. Mas é uma passividade limitada no tempo e que nos permite rever a nossa posição para futuramente intervir, enquanto que o nosso capital de esperança está grandemente reforçado pela intervenção da Estrela. Suspensos, esperamos e meditamos nas soluções possíveis, olhando o mundo de pernas para o ar, com a nossa luz interior sempre a brilhar.

No horizonte, lembremo-nos, está a Roda da Vida a girar, empurrada pela força do Arcano Dez. Para cima e para baixo, sem parar, repetindo-se, regenerando-se, reinventando-se continuamente. Tudo é passageiro, lembra ela, somos todos passageiros de uma viagem que não pára, e depois de qualquer tempestade virá sempre, mais tarde ou mais cedo, a bonança.

Imagem : Sun and Moon Tarot, de Vanessa Decort, 2010

Clara Days

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: