Energias para a Semana 27/11-04/12/22: O MAGO I E A MORTE XIII (COM O IMPERADOR IV)

Por Clara Days:

Ideias-chave: regeneração criativa; ultrapassar renovando; metamorfose e concretização.

As condições de mudança mostram-se nas suas diferentes facetas. Se a Morte traz sempre a mensagem de que é preciso largar o que já está caduco para arranjar espaço para o que é novo poder acontecer, ninguém melhor do que o Mago para fazer desse “acontecimento” uma novidade absoluta, criativa, única e que reflicta o nosso carácter, a nossa vontade e a nossa criatividade.

Certo, a Morte mata. Traz consigo a força de acabar tudo aquilo que me pesa e já só atrasa o meu passo no caminho. Com a morte eu consigo pôr um ponto final nas minhas reticências, sei destrinçar o que já não presta e pode ser definitivamente largado para trás. Mas, como é sabido, a morte natural é uma permanente renovação, seres vivos que se nutrem de outros seres vivos incessantemente, o morrer de uns é condição de sobrevivência para outros. Assim no Tarot, também: a energia da Morte cria as condições da regeneração, fazendo-me ganhar espaço para incorporar futuro transformador no lugar onde o passado se finou.

Com o Mago a reforçá-la, a transformação permitida pela morte ganha asas de individualismo criador. Ele é o grande actor, voluntarioso e inteligente, capaz de encontrar soluções em tudo o que o rodeia. Qualquer problema, para o Mago, é um desafio apaixonante, pois a sua especialidade é resolver situações, em quaisquer circunstâncias. Da mente para a matéria, o Mago imagina e cria, fabricando o que for necessário tendo como ferramentas o que estiver à mão.

Esta dupla apresenta-nos, pois, um fortíssimo cenário de renovação possível, não fosse a presença sombria do Imperador, que impõe aqui algumas regras: o Imperador governa os limites e gosta pouco de fantasias, trazendo sempre o peso da social e da conveniência a qualquer decisão. Esta será a força de sinal contrário com que teremos também que lidar, agora.

Há que estar então preparado para gerir a força motriz da mudança dentro da resistência do conservadorismo. Se parece provável que a energia de regeneração está criativamente potenciada, há que dispensar alguma criatividade também para contornar os obstáculos do status quo que a conjuntura quer pôr-nos no caminho. A inteligência do Mago pode ser o que nos salva, pois é uma inteligência aplicada, que se cumpre fazendo acontecer. Como se fosse no teatro, temos o Imperador no cenário e a Morte nos bastidores, mas é o Mago quem se mexe em palco.

Façamos da nossa capacidade de fazer acontecer a dominante que vai permitir, por estes próximos dias, que desencalhemos de alguns pesos pesados que nos têm atrasado a vida.

Imagem : Urban Tarot, de Robin Scott, 2019

Clara Days

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers gostam disto: