Energias para a Semana 15-22/23: O MAGO I E A TORRE XVI

Por Clara Days:

Ideias-chave: destruição e criação; libertação e vontade; destruir barreiras, inventar soluções.

Volta o Mago, senhor da sua cabeça e da sua vontade, agora para atenuar algum efeito devastador que a chegada da Torre nos possa parecer trazer. Na verdade, nunca a Torre passa que não se dê por ela, no seu desabar súbito e estrondoso. Analisemos então o que as cartas nos inspiram para esta semana, ponto por ponto.

A visita da Torre Fulminada traz sempre uma mensagem de disrupção, onde qualquer zona de conforto sofre os seus abalos. Ela vem para nos tirar do nosso esconderijo, para nos fazer sair da toca, e na maior parte das vezes faz isso de um modo brusco que pode ser avassalador. Desconstroem-se as certezas, desabam os sonhos, questionam-se as rotinas, quebram-se os hábitos. O mais importante é percebermos até que ponto isso pode ser mau, ou bom.

Claro que é, no mínimo, desconfortável. Tentamos pautar a nossa existência segundo parâmetros estáveis e previsíveis, sentir que nos tiram desse conchego deixa-nos sempre algo assustados. É como se a vida nos “tire o tapete” e o que nos rodeia deixe de ser familiar, parecendo até hostil.

Na verdade, os hábitos e as rotinas correspondem a alguma preguiça mental, e aquilo que nos assusta é o desconhecido, não que seja necessariamente perigoso. Passa a Torre, abala tudo, caem as estruturas que pareciam estáveis e o que fica a nu é novo, aos nossos olhos, mas é talvez mais uma libertação do que uma destruição. A passagem da Torre força-nos a encarar o que está à nossa volta, sem a protecção dos nossos murinhos confortáveis.

É aí que pode entrar o Mago em cena. Para ele, qualquer novidade é um desafio, não um entrave. Confrontado com a destruição da Torre, o Mago procurará na aparente desgraça uma oportunidade para solucionar novos problemas, de novas maneiras. Se as energias das duas cartas se aliarem, poderemos viver por estes duas tempos conturbados, sim, mas a partir dos quais teremos possibilidade de encontrar outros cenários e outras saídas.

O Mago tem sido visita intermitente desta página, nos últimos tempos, o que agora é novo é a vinda da Torre, Arcano Maior que raramente sai, nas minhas leituras. Estejamos, pois, preparados para a disrupção, para mudanças bruscas que nos desassosseguem, pois isso é praticamente inevitável. O importante é o que faremos com a situação para que seremos atirados, porque a influência do Mago permite-nos jogar com os novos dados de um modo criativo e interventivo. Nada de chorar sobre leite derramado, pelo contrário: nos sustos que nos esperam estão oportunidades para novos improvisos e melhores soluções.

Imagem : Tarot de Anna Maria d’Onofrio, 2018

Clara Days

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers gostam disto: