Quarta, 9/11- Esboçar um outro amanhã

Aquilo que andamos a antecipar ou projectar desde Junho, pode agora avançar, para vir a tornar-se uma realidade. Tanto pode ser um bom sonho como um pesadelo. O facto é que Neptuno entra hoje directo, depois de 5 meses retrógrado, tempo de interiorização e de tomada de consciência de que é necessário projectarmo-nos com outro espiríto no mundo que nos rodeia.  

Neptuno transita ainda em Aquário, signo dos ideais de liberdade social e avança para Peixes em Fevereiro, onde facilita a propagação de ideiais, ideologias e fantasias.  Lembremo-nos que a última vez que Neptuno esteve em Peixes foi de 1847 a 1862, quando surgiu o Movimento Transcendental, se furou o primeiro poço de petróleo, houve a corrida ao ouro na California e as Guerras do Opio no Oriente. Na Europa, Neptuno em Peixes correspondeu a uma série de revoluções baseadas em crises económicas, de falta de representação politica das classes médias e no nacionalismo. Contra o capitalismo, essa “Primavera dos Povos”, em 1948 foi essencialmente uma revolução que afectou a França, a Irlanda, os Estados Alemães, o Império austríaco, os Checos, os Hungaros, os Italianos e em Portugal tornou necessário chamar a Quádrupla Aliança para pôr fim à guerra civil.  Também Marx e Engels publicaram, sob a entrada de  Neptuno em Peixes, o Manifesto Comunista.

Nessa senda de socialismo, capitalismo, ouro, petróleo, transcendência, droga que assinalam a última passagem de Neptuno em Peixes, teremos certamente até 2025, novas  ilusões de espiritualidade, riqueza , ideais e de substâncias alteradoras de consciência. 

Toda a semana tem aliás uma grande marca de Neptuno, não só pelo seu movimento mas também pela oposição que a ele faz Marte em Leão. A oposição de Marte a Neptuno interioriza a zanga, traz decepções e intrigas, excessos e dependências de alteradores de consciência e em geral acções de fracos resultados. Neptuno em Aquário ajuda a dissolver as barreiras sociais e à idealização de um mundo livre. Passando de retrógrado para directo, põe fim ao período de interiorização e pede acção colectiva visível. Neptuno directo idealiza saídas para as tensões provocadas pelo quadrado de Urano a Plutão, a desafiar as estruturas que condicionam as liberdades pessoais e sociais. 

Nos céus da Zona Euro, Neptuno e Marte continuam a trazer confusão para os mercados e contradições entre a acção política e o seu efeito social.  Neptuno ao entrar directo termina também a sua oposição a Plutão do céu do Tratado de Roma, diluindo estrutruras de poder fantasiosas e forçando a regeneração de valores económicos e políticos que, a partir de Fevereiro, com Neptuno em Peixes se poderão mais facilmente revelar.

A entrada da Lua em Touro, a meio da tarde, a caminho da Lua Cheia de amanhã reforça a preocupação com as finanças e o valor do Euro. A conjunção da Lua a Jupiter hoje aumenta a volatilidade e necessidade de resposta regeneradora.  No entanto, um sextil de Plutão em Capricórnio a Juno em Escorpião e  um paralelo de Vénus e Mercúrio ao Nódulo Norte permite,  através da comunicação e da diplomacia avançar no debate sobre a resolução da crise das dívidas soberanas e medidas compensadoras.

Em Portugal, no horóscopo do Governo, o aspecto mais relevante é, desde ontem, e nas próximas semanas, o aspecto de Marte a Neptuno, entre a Casa XII e a VI, trazendo investigação sigilosa (XII) sobre tudo o que é relacionado com a divida pública ( Marte regente da VIII) em oposição aos interesses dos parceiros sociais e das questões dos trabalhadores ( Neptuno na VI). A Lua em Touro põe o foco emocional nas questões jurídicas e nas relações com os parceiros externos, com vantagens para o Governo. 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: