A impaciência, irritabilidade, brusquidão e todas as variações e consequências que resultam de crises de cegueira emocional são o grande risco hoje com Marte e Urano em quadratura, de Caranguejo para Carneiro, Lua em Escorpião, Sol e Mercúrio em Leão.
Convencidos de que tudo o que dizemos é o que faz sentido, desejosos de controlar tudo e todos, – portanto desconfiados e retorcidos,-  batemos com a porta à mais leve sentida provocação. Não tem de ser assim. O livre arbítrio devia permitir que Sol e Mercúrio em Leão inspirassem a expressão da criatividade, amor e generosidade, que a Lua em Escorpião ajudasse a que nos dedicássemos a ir ao fundo do que está mal em nome de grandes causas e que, assim imbuídos de fortes capacidades e boas intenções pudessemos, graças à quadratura de Marte a Urano, cortar dependências vetustas e inovar, fazendo as transformações necessárias em casa, família, país. São duas maneiras opostas de viver as influências do dia e há matizes várias. O que é chave é pensar a longo prazo o que se pretende das relações a dois, dos acordos e alianças com os outros, da forma como servimos relações e como elas nos servem a nós. Vénus está estacionária em Virgem, vai entrar retrógrada até Setembro e está na hora de repensarmos o ter e o dever no amor, no trabalho, nas finanças. Nas seis semanas  que se avizinham teremos de lidar com as consequências das tensões deste fim-de-semana.

astro_w2gw_66_carta_do_dia.54176.3562

Unknown

Anúncios